6 Fatos Aterrorizantes Sobre Tráfico de Órgãos

6 Fatos Aterrorizantes Sobre Tráfico de Órgãos

6%2BFatos%2BAterrorizantes%2BSobre%2BTr%25C3%25A1fico%2Bde%2B%25C3%2593rg%25C3%25A3os%2B. - 6 Fatos Aterrorizantes Sobre Tráfico de Órgãos

Eu tenho certeza que você já ouviu alguma história assustadora sobre o tráfico ilegal de órgãos.
Pelo menos alguma vez o que a gente nem,sempre imagina é que a compra e venda ilegal de algumas partes do corpo humano.
Além de movimentar muita grana maltrata e até mata milhares de crianças jovens e adultos pelo todo o mundo.

A história é bastante séria as principais vítimas do tráfico ilegal de órgãos são as comunidades menos
favorecidas da população pessoas em situações complicadas que precisam desesperadamente por dinheiro.
E acaba não pesando tanto assim mas consequências e se submetem a operações com consequências terríveis.

Segundo dados da ONU mais de 15.000 rins são vendidos no mercado ilegal todos os anos conscientiza as pessoas .
Por isso conheça agora seis histórias aterrorizantes sobre tráfico de órgãos.

6%2BFatos%2BAterrorizantes%2BSobre%2BTr%25C3%25A1fico%2Bde%2B%25C3%2593rg%25C3%25A3os%2B2 - 6 Fatos Aterrorizantes Sobre Tráfico de Órgãos
1-Patrimônio líquido

Como em todos os mercados negros, as pessoas estão dispostas a pagar um preço mais alto pelos transplantes que são feitos ilegalmente. Apesar do aumento do risco envolvido com transplantes ilícitos, a maioria das pessoas que estão “no mercado” em busca de novos órgãos está desesperada e enfrenta a perspectiva muito real de morrer antes de passar para o topo da lista de doadores.

Isso permite que os vendedores coajam quantias exorbitantes de dinheiro dos pacientes, o que proporciona ao mercado negro global para transplante de órgãos um lucro entre US $ 600 milhões e US $ 1,2 bilhão por ano. [2]As pessoas de quem esses órgãos são comprados tendem a pertencer a áreas menos favorecidas, como as partes mais pobres da capital filipina de Manila.

Supondo que essas pessoas de fato vejam o dinheiro prometido, o valor oferecido raramente excede US $ 5.000. Enquanto isso, os vendedores desses órgãos cobrarão dos compradores de países mais ricos, como EUA e Japão , até US $ 200.000 por órgão, embolsando pessoalmente todo o lucro.

2-Oferta e Demanda

Escusado será dizer que nem todos os órgãos são valorizados igualmente. O preço de um órgão dependerá de quão suscetível é ao fracasso, de como é fácil removê-lo e transplantá-lo e se as pessoas podem ou não sobreviver doando.

A esmagadora maioria dos transplantes de órgãos, ilegais e legais, são de rins. Isso ocorre porque os rins são facilmente danificados por opções de estilo de vida, como beber , mas também são facilmente adquiridos, pois as pessoas podem doar um sem afetar sua qualidade de vida.

Isso coloca o preço dos rins em cerca de US $ 150.000. [3]Os fígados alcançam um preço semelhante, pois, embora estejam em menor demanda, apenas uma parte do fígado precisa ser doada e as partes do doador e do receptor serão regeneradas em oito semanas.

Ossos e ligamentos geralmente custam US $ 5.000, enquanto uma nova córnea custa cerca de US $ 20.000. Sem surpresa, os órgãos mais caros são os pulmões e o coração, que podem custar até US $ 300.000 e mais de US $ 500.000, respectivamente.

3-Alvos vulneráveis

US $ 5.000 podem não parecer muito dinheiro para um de seus órgãos, mas, para algumas pessoas, é uma quantia inimaginável. Escusado será dizer que isso significa que os traficantes se concentram nos membros mais vulneráveis ​​da sociedade.

Não é apenas mais fácil convencer essas pessoas a se separarem de seus órgãos, mas também a pagar mal ou roubá-las completamente. Essas vítimas mais pobres e vulneráveis não terão os meios ou a assistência do governo para garantir que qualquer transação negociada seja realizada de maneira justa.

Um dos exemplos mais claros disso vem na forma de uma mulher espanhola.  Em 2012, a mulher sem nome postou online, anunciando seu rim depois de falar com um médico em Marrocos, mas logo o atualizou para também vender um pulmão, parte de seu fígado e córneas.

Apesar de enfrentar uma sentença de 12 anos de prisão se for pega, a mãe solteira com deficiência estava desesperada para encontrar o dinheiro que precisava para sustentar sua filha.

A razão pela qual ela estava com pouco dinheiro era que seus pagamentos por incapacidade não cobriam o aluguel de sua casa, que era de propriedade de um ex-namorado abusivo.

Tal caso ilustra perfeitamente os perigos muito reais do tráfico de órgãos naquilo que são vistos como países respeitáveis ​​e seguros.

6%2BFatos%2BAterrorizantes%2BSobre%2BTr%25C3%25A1fico%2Bde%2B%25C3%2593rg%25C3%25A3os%2B6 - 6 Fatos Aterrorizantes Sobre Tráfico de Órgãos

Vale lembrar que o tráfico internacional de órgãos causa centenas de seqüestros mutilações e mortes de crianças e adolescentes número enorme por ano.

4-Conexão costa rica

No ano de 2003 a polícia da costa rica descobriu uma rede internacional ilegal de tráfico de órgãos a operação descobriu a rede em um hospital do país e acabou prendendo um médico que coordenou as operações.

A gangue do hospital oferecia cerca de 20 mil dólares por um rim e chegava a vendê-lo por 100 mil dólares
principalmente para compradores israelenses israel é um grande pólo para o tráfico internacional de órgãos.

E isso tem uma explicação acredite pois eu não o sistema de saúde pública de israel é bastante influenciado pelos judeus ortodoxos que não permitem a mutilação do próprio corpo.

O número legal no irã olá além de liberado o tráfico de órgãos é regulamentado e controlado pelo governo
podendo ser realizado por qualquer pessoa diferente do Brasil que só aceita,a doação de órgãos por membros da mesma família.

Essa prática tem diminuído o número daqueles que esperam por rins nas longas filas.Mas vale lembrar que mesmo legalizado o tráfico ilegal de órgãos não acabou e continua mutilando e matando principalmente jovens pobres .

5-Magia do Mercado Negro

Em 2013, um dos maiores hospitais da Suazilândia foi pego em uma grande controvérsia. Funcionários do Hospital Memorial Raleigh Fitkin foram acusados ​​de administrar um mercado negro de órgãos, supostamente os vendendo a compradores de países vizinhos.

Tudo isso é feito para uma prática conhecida como muti , uma forma da medicina tradicional subsaariana, também conhecida como mágica

O muti é mais poderoso ao usar partes do corpo recém-removidas e, embora ocorram assassinatos de muti para esse fim, eles não são rastreados.

Como cometer assassinato após assassinato chamaria muita atenção, a equipe do hospital supostamente começou a colher os órgãos de pacientes recém-falecidos e a vendê-los para serem usados ​​em cremes, poções e pós.

A demanda por novas partes do corpo na área também levou a um aumento de roubos graves, com o falecido sendo frequentemente roubado de seus olhos, mãos e órgãos genitais.

6%2BFatos%2BAterrorizantes%2BSobre%2BTr%25C3%25A1fico%2Bde%2B%25C3%2593rg%25C3%25A3os%2B9 - 6 Fatos Aterrorizantes Sobre Tráfico de Órgãos
6- Sequestro de Bebês

Recentemente três mulheres ucranianas,foram presas na Itália depois de comprar por 350 mil euros um bebê ainda em gestação a suspeita é de que elas já fizeram isso com outros bebês.

Bebês que depois seriam vendidos para adoção e principalmente para o tráfico ilegal de órgãos.

E se você acha que isso só acontece lá fora é aí que você se engana,em 2013 aconteceu no Brasil.

Em 2013 uma mulher foi detida pela polícia por,sequestrar um bebê recém nascido em Cuiabá.

Em depoimento ela confessou que o garotinho seria morto e os órgãos doados para uma família estrangeira e ela ganhe uma grana para levar o bebê até os hospitais aterrorizante.

Portanto, enquanto os traficantes de órgãos praticam indiscutivelmente crimes horríveis, devemos nos perguntar duas coisas: quando nossos governos retomarão o controle desse mercado e, até então, onde me inscrevo?

Você tem alguma teoria diferente do fato ? Comente Abaixo o que você pensa a respeito.

Compartilhe com seus amigos esse Artigo será que eles acreditam nessas conspirações?

Para enviar seu comentário, preencha os campos abaixo:

Deixe uma resposta

*

Seja o primeiro a comentar!